Poupanças das familias em portugal

Últimas informações sobre a poupança das famílias em Portugal.

Segundo o indicador de poupança da Universidade Católica em Junho,as poupanças das famílias portuguesas desceram.

Os níveis desceram para aqueles que eram verificados em Fevereiro.

Desde o ano de 2014 que as famílias portuguesas continuam a reduzir as suas poupanças.

Poupanças das familias portuguesas em 2016

Universidade Católica

  • O indicador de poupança da Universidade Católica 3% em junho de 2016
  • O indicador encontra-se nos 48,8 pontos.
  • Este valor está abaixo da média verificada nos últimos dois anos.
  • Os portugueses mantêm a tendência de redução nas suas poupanças familiares.
  • Em média,as familias portuguesas têm vindo a reduzir desde o ano 2014, 0,15 pontos percentuais do PIB em cada três meses.

Instituto Nacional de Estatisticas

  • Segundo o INE,a taxa de poupança das famílias desceu para o nível mais baixo dos últimos 17 anos em Portugal nos primeiros 3 meses de 2016.
  • O aumento do consumo é o principal responsável por estes números,uma vez que os rendimentos dos portugueses tem verificado um ligeiro aumento.
  • A taxa de poupança das famílias portuguesas caiu para 3,5% dos rendimento disponíveis.
  • No último trimestre de 2015, a taxa de poupança das famílias portuguesas tinha sido de 4,3%.

Leia também:

O que as famílias portuguesas fazem para poupar dinheiro

nas noticias;

17 de Julho-Portugueses com mais dinheiro para gastar nas férias de 2016

  • 884 euros, este é o montante em média, que os portugueses pensam gastar em 2016 nas suas férias.
  • Quando comparado com os anos anteriores,este é o ano em que os portugueses pensam gastar mais neste período de lazer.
  • Os dados são do Observador Cetelem.

Conclusões do Estudo

  • Em 2016 a categoria que apresentou a maior intenção de compra por parte dos portugueses foi o lazer/ viagens;
    • Existe uma maior intenção de realizar as férias fora do local de residência e uma vontade por parte dos consumidores de aumentarem os gastos com as suas férias
    • 37% dos portugueses planeiam fazer poupanças durante as férias — tendo a intenção de poupar no alojamento (para quem fica em Portugal) ou
    viajando em companhias low cost (para aqueles que planeiam passar férias no estrangeiro);
    • 30% dos portugueses gastam uma parte significativa do seu subsídio de férias com as férias;
    • Os que passam férias no estrangeiro têm a tendência de gastar a totalidade do subsídio de férias;
    • Os gastos com o regresso às aulas e as poupanças pessoais são também utilizados pelos portugueses para gastar o subsídio de férias.

Leia também;