Poluição em Portugal

Últimos dados sobre os efeitos da poluição em Portugal.

Segundo os últimos dados da Comissão Europeia,Portugal terá que reduzir as suas emissões poluentes em 17% até ao ano 2030.

Esta percentagem é relativa aos níveis verificados em 2005.

A Central de Sines é unidade que mais polui o ar e a ETAR de Matosinhos a água em Portugal.

Poluição em Portugal

Dados da Comissão Europeia divulgados em Julho de 2016

  • Portugal vai ter que reduzir em 17% as suas emissões de gases com efeito de estufa até ao ano 2030.
  • Esta redução percentual tem em conta os valores verificados em 2005.
  • Esta redução terá de ser feita em setores que não são cobertos pelo mercado europeu do carbono.
  • Estas novas metas são obrigatórias.
  • As metas foram traçadas em função do Produto Interno Bruto (PIB) do país.
  • Cada país tem metas diferentes,que variam entre os 40% (para o Luxemburgo e a Suécia) e os 0% (da Bulgária).
  • Os valores propostos pela União Europeia abrangem setores que não fazem parte do mercado europeu de licenças de emissão de GEE, como os setores da construção, da agricultura, da gestão dos resíduos e o setor dos transportes.

Mortes em Portugal devido à poluição

Dados da Agência Europeia do Ambiente de Novembro 2015

O relatório da Agência Europeia do Ambiente,referente aos dados estatísticos de 2013,analisou as concentrações de partículas inaláveis, ozono e dióxido de azoto, poluentes.

  • Estas partículas podem ser responsáveis pela criação de problemas de saúde, cardíacos, respiratórios e cancro.
  • Neste relatório ficámos a saber que a poluição do ar foi a causa de mais de 6000 mortes em Portugal no ano 2012.
  • Foram apresentados valores que ficaram acima do limite de ozono em várias regiões de Portugal.
  • Almada, Faro, Lisboa, Setúbal e Vila Franca de Xira foram as cidades onde se verificou um valor superior ao limite de ozono.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde,muitas cidades portuguesas continuam a estar expostas a poluentes do ar,apresentando níveis inseguros de prolifereação destas partículas malignas.

Produção de resíduos perigosos em Portugal

Fonte:Informação da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) dados do Mapa Integrado de Registo de Resíduos (MIRR)

Portugal produziu menos 20% de resíduos perigosos em 2015.

  • A produção de resíduos perigosos desceu em 2015 20%.
  • Esta percentagem é comparada com o ano 2014.
  • No total a produção destes resíduos perigosos foi de 430,4 mil toneladas.
  • Portugal,importou 46,5 mil toneladas de resíduos perigosos em 2015.
  • Portugal exportou 52,8 mil toneladas de resíduos perigosos em 2015.

Unidades poluentes em Portugal

Central de Sines é unidade que mais polui o ar e ETAR de Matosinhos a água

Fonte:Associação Sistema Terrestre Sustentável – Zero

Poluição do ar
  • A Central Termoelétrica de Sines é a unidade mais poluente do ar em Portugal.
Poluição da água
  • A poluição dos recursos hídricos em Portugal é liderada pela estação de tratamento de águas residuais de Matosinhos.

A Associação Sistema Terrestre Sustentável – Zero fez uma análise dos dados reunidos pela Agência Europeia do Ambiente (EEA).

O Acordo de Paris

Em Dezembro de 2015,na Cimeira de Paris,foi aprovado um acordo histórico que visa a contenção do aquecimento global do planeta.

Este novo tratado ambiental internacional envolve todos os países que se unem num esforço colectivo de forma a tentar conter a subida da temperatura do planeta a 1,5ºC.

Portugal e o Protocolo de Quioto

Portugal e vários outros países,assumiram um compromisso ao assinar o protocolo de Quioto.

O compromisso deste acordo visa a redução da poluição atmosférica.

Portugal cumpriu as suas metas do Protocolo de Quioto, que foi assinado em 1997,reduzindo as suas emissões de poluição do ar no país.

Níveis de ozono no ar elevados em cinco concelhos do distrito de Aveiro em Agosto de 2016

Fonte:Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDR-C)

A concentração de ozono no ar ultrapassou no dia 11 de Agosto de 2016, os níveis em que a saúde dos habitantes passa a ser afetada.

Os níveis foram ultrapassados em cinco concelhos do distrito de Aveiro.

Os grupos populacionais mais sensíveis, são os mais afetados de acordo com a informação disponibilizada pelas autoridades.

Efeitos da Poluição na saúde

Poluição pode danificar o cérebro e contribuir para o aparecimento da Alzheimer

Já se sabia que a poluição provoca dificuldades respiratórias, problemas cardíacos e morte prematura.

Ficámos agora a saber, através de um novo estudo que as partículas de compostos de ferro originárias da poluição do trânsito podem perigosamente chegar até ao cérebro dos humanos.

Leia esta noticia (Poluição atmosférica pode também causar danos a nível cerebral?)no site da SIC Noticias para mais detalhes.

O estudo foi realizado pela Universidade de Lancashire,na Inglaterra.