Imposto sobre o tabaco em Portugal

Últimas informações sobre o imposto do tabaco em Portugal.

O Estado português arrecadou uma receita no valor de 569,2 milhões de euros nos primeiros cinco meses de 2016.

Este montante representa um encaixe 75% superior aos valores encaixados no mesmo período em 2015.

O último aumento dos impostos sobre o tabaco aconteceu no dia 1 de Julho de 2016.

O imposto sobre o tabaco disparou 114% no primeiro trimestre de 2016,sendo o principal setor responsável pela subida verificada na receita dos impostos especiais sobre o consumo.

A lei do Imposto sobre o tabaco em Portugal

O imposto sobre o tabaco incide sobre cigarros, charutos, cigarrilhas,de enrolar e quaisquer outros tabacos de fumar.

  • A tributação dos cigarros em Portugal é composta por dois elementos: especifico e ad valorem.
  • O elemento específico reflete uma tributação por milheiro de cigarros
  • O elemento ad valorem traduz-se na tributação de uma percentagem exata sobre o preço de mercado do produto.

As taxas aplicáveis sobre o tabaco

  • Sobre os cigarros: de €88,2 (elemento específico) e 17% (elemento ad valorem);
  • Sobre charutos e cigarrilhas: 25%;
  • Tabaco de corte fino destinado a cigarros de enrolar: € 0,075 / g (elemento específico) e 20% (elemento ad valorem);
  • Sobre os líquidos contendo nicotina para cigarros eletrónicos: € 0,60/ml.

Leia mais detalhes no portugalglobal.pt-Sistema Fiscal

Últimas noticias sobre o imposto do tabaco em Portugal

14 de julho 2016

O imposto sobre o tabaco disparou uns incríveis 114% no primeiro trimestre de 2016

O tabaco foi o principal responsável pela subida dos impostos especiais sobre o consumo durante o primeiro trimestre de 2016.

  •  O tabaco foi responsável em 68% pela subida da receita com impostos especiais sobre o consumo do governo no primeiro trimestre de 2016.
  • Neste período, o tabaco rendeu 360 milhões de euros, valor que equivale a mais do dobro dos valores verificados no ano passado (168 milhões), correspondente a um aumento de 113,8%.

1 de Julho 2016

Dados da Direção-Geral do Orçamento (DGO),imposto já está previsto no Orçamento do Estado para 2016 (OE2016).

  • Com o último aumento do Imposto sobre o Tabaco em média,um maço de cigarros de ficou sete cêntimos mais caro
  • O valor do imposto aumenta de 1,76 euros para 1,82 euros.
  • O crescimento de tributação é de cinco cêntimos
  • Acrescentando a aplicação do IVA (Imposto sobre o Valor Acrescentado), o total dos impostos sobre um maço de cigarros é de 2,95 euros em 2016
  • O total dos impostos sobre um maço de cigarros era 2,89 euros em 2015.
  • Um maço de cigarros que custava 4,52 euros em 2015 custa 4,59 euros em 2016, o que representa um aumento de sete cêntimos ou de 1,4%.
  • O aumento total de impostos sobre o tabaco de enrolar é de cerca de 1,4%.

31 de Maio 2016

Se nenhum português fumasse, qual o impacto na economia?

  • Se todos os portugueses deixassem de fumar,o estado seria o principal prejudicado. O imposto sobre o tabaco em Portugal vale 1,5 mil milhões de euros para os cofres do governo.

Leia o estudo publicado pelo Expresso.

Tributação do tabaco no Mundo

Os produtos de tabaco são os produtos de consumo com maior incidência fiscal em todo o Mundo.

Em muitos países,os impostos sobre o tabaco excedem metade do preço de venda ao público.

Segundo a Phiip Morris,a industria tabaqueira gera para os Governos mais de 200 mil milhões de dólares americanos da receita fiscal anual.

Leia também: