Idade da Reforma em Portugal

Últimas informações sobre a legislação da idade da reforma em  Portugal.

A idade da reforma em Portugal atual:

 66 anos e dois meses

A idade da reforma é a mesma tanto para os homens como para as mulheres.

A idade da reforma é igual para os trabalhadores sector público e privado.

Em 2017,a idade da reforma vai aumentar um mês,passando para os 66 anos e 3 meses.

Aumento da Idade da Reforma Completa em Portugal para 2017

  • A idade da reforma em Portugal,que dá acesso à reforma para usufruir da pensão completa vai aumentar um mês em 2017.
  • Em 2017,a idade da reforma será de 66 anos e 3 meses.
  • Este aumento é fruto da evolução da esperança média de vida em Portugal.

Idade para reforma antecipada voltou a subir para 60 anos a partir de Março de 2016

  • As regras de acesso à reforma antecipada no sector privado em Portugal foram alteradas em Março de 2016.
  • Desde essa data, os trabalhadores com idade igual ou superior a 60 anos e que tenham descontado para a Segurança Social durante 40 ou mais anos passaram a poder reformar-se antecipadamente.

Fonte: Portaria n.º 277/2014

Em 2016 a Idade da reforma aumentou para os 66 anos e dois meses

Aplicando as novas regras de cálculo,em vigor desde Dezembro de 2014, o fator de sustentabilidade das reformas passaram a ter em consideração, a evolução da esperança média de vida dos trabalhadores,na aplicação da idade da reforma em Portugal.

Em 2015, a idade da reforma em Portugal era aos 66 anos,em 2016,a idade da reforma passou a ser 66 anos e dois meses.

Depois do ano 2016, a idade da reforma em Portugal passa a subir tendo em conta esperança média de vida aos 65 anos verificada entre 2013 e 2014.

Isto significa que todos os anos a idade da reforma será atualizada.

A idade da reforma em Portugal nas noticias:

Julho 2016

Idade da reforma para militares e polícias

O governo português tem a intenção de aumentar em mais um ano e dois meses a idade da reforma em Portugal.

O Governo encontra-se a preparar várias alterações ao regime de reformas dos militares e dos polícias em vigor.

Entre as alterações,encontra-se o aumento da idade da reforma em mais um ano e dois meses.

A posição da GNR e das Forças Armadas sobre esta matéria é de desagrado,considerando ambas como sendo inaceitáveis que se procedam a estas alterações.