Estudo sobre o Trabalho Doméstico em Portugal

Segundo um novo estudo realizado em Portugal sobre o trabalho doméstico,cerca de 70% das portuguesas afirma ser justo o trabalho doméstico que realizam.

O mesmo estudo revela que 75,6% dos homens concordam ser justa a sua contribuição nos trabalhos domésticos.

Números do Estudo sobre o Trabalho Doméstico em Portugal

Inquérito Nacional aos Usos do Tempo de Homens e de Mulheres (INUT)

Estudo realizado pelo Centro de Estudos para a Intervenção Social em parceria com a Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego (CITE).

  • 70% das mulheres afirmam que a parte das tarefas domésticas que realizam é justa
  • 75,6% dos homens afirmam que a parte das tarefas domésticas que realizam é justa
  • 21,6% das mulheres pensam fazer mais do que é justo
  • 4,8% dos homens pensam fazer mais do que é justo
  • Em todos os grupos etários são as mulheres que dedicam mais tempo às tarefas domésticas e prestação de cuidados a menores e pessoas dependentes
  • Em média, as mulheres dedicam 4,23 horas diárias às tarefas domésticas
  • Em média, os homens dedicam 2,38 horas diárias às tarefas domésticas
  • Em média, as mulheres trabalham, em cada dia útil, mais 1,13 horas do que os homens
  • 17% das mulheres,afirmaram que dedicam diariamente uma hora ou mais aos cuidados físicos com os filhos
  • 7,6% dos homens,afirmaram que dedicam diariamente uma hora ou mais aos cuidados físicos com os filhos
  • Mais de uma em cada três mulheres afirmaram que tiveram dificuldades em concentrar-se, algumas vezes no trabalho, durante o último ano devido a responsabilidades parentais

Amostra do inquérito;

  • 10.146 pessoas, representativas da população residente em Portugal com 15 anos ou mais .e um”conjunto de 50 entrevistas em profundidade a mulheres e homens que, vivendo em situação de conjugalidade ou monoparentalidade, articulam na sua vida quotidiana uma atividade profissional e os cuidados” com os filhos menores de 15 anos.

Para todos os detalhes sobre este estudo visite a fonte;Inquérito Nacional aos Usos do Tempo de Homens e de Mulheres (INUT) realizado pelo Centro de Estudos para a Intervenção Social em parceria com a Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego (CITE).