Eleições legislativas em Espanha 2016

No dia 26 de Junho de 2016,os espanhóis foram às urnas para votarem numa repetição das eleições gerais de 2015.

Nesta eleição foram eleitos 350 deputados para o Congresso dos Deputados e 208 senadores para o Senado.

A realização destas eleições resultou da impossibilidade da formação de um governo estável resultante das eleições gerais de 2015,que resultaram no parlamento mais fragmentado de Espanha desde os tempos da Transição Espanhola dos anos 70 quando o país fundou a sua democracia.

Resultados das Eleições legislativas em Espanha 2016

grafico espanha

Tabelas de Resultados oficiais

PartidoVotos%+/-Deputados+/-
Partido Popular7 906 18533,03+4,32
137 / 350

+14
Partido Socialista Operário Espanhol5 424 70922,66
+0,66
85 / 350

-5
Unidos Podemos5 049 73421,10
-3,49
71 / 350
Cidadãos – Partido da Cidadania3 123 76913,05
-0,89
32 / 350

-8
Esquerda Republicana da Catalunha629 2942,63
+0,24
9 / 350
Convergência Democrática da Catalunha481 8392,01
-0,24
8 / 350
Partido Nacionalista Basco286 2151,20
5 / 350

-1
Partido Animalista contra o Mau Trato Animal284 8481,19
+0,32
0 / 350
Euskal Herria Bildu184 0920,77
-0,10
2 / 350
Coligação Canária78 0800,33
+0,01
1 / 350
Outros307 8911,25
0 / 350
Votos Inválidos404 4091,68
+0,04
Total24 161 083100350
Eleitorado/Participação36 518 10069,84
-3,36
Fonteinfoelecciones.es

Análise

O PP aumentou a sua vantagem nas urnas apesar de ter ficado longe da maioria absoluta.

O PSOE elegeu menos cinco deputados mas contrariou as sondagens à boca das urnas e resistiu e continua a ser o segundo partido da Espanha e a voz principal da esquerda.

O Podemos perdeu em numero de eleitores não conseguindo rentabilizar a sua aliança com a Esquerda Unida.

O dia seguinte

Os Eleitores espanhóis votam para deixar tudo na mesma.Esta foi a conclusão a que chegaram os principais meios de comunicação social espanhóis e internacionais.

Leia todos os detalhes neste artigo do Público.

Leia também;