Índice de Vendas no comércio a retalho em Portugal

Últimas informações e estatísticas sobre a evolução do comércio a retalho em Portugal.

Em Julho de 2016,o volume de negócios no comércio a retalho em Portugal verificou uma subida.

Este é o sétimo mês consecutivo em que se verifica um crescimento.

Portugal contrariou a tendência de travagem europeia do comércio a retalho verificada em Junho de 2016.

Comércio a retalho em Portugal 2016

Julho de 2016

Fonte:INE-Aceleração do Índice de Vendas no Comércio a Retalho – Julho de 2016

  • A taxa de variação homóloga do Índice de Volume de Negócios no Comércio a Retalho situou-se em 4,6% em julho, 0,7 pontos percentuais superior ao observado no mês anterior.
  • Os índices de emprego, de remunerações e de número de horas trabalhadas ajustadas de efeitos de calendário apresentaram taxas de variação homóloga de 2,5%, 5,8% e 2,4%, respetivamente (2,7%, 5,3% e 2,1% em junho, pela mesma ordem).

Junho 2016

Fonte:INE-Índice de Vendas no Comércio a Retalho acelerou em termos homólogos – Junho de 2016

Comparação homóloga
  • As vendas a retalho cresceram 4,3% em Junho face ao mesmo mês de 2015.
  • Este é o sexto mês consecutivo em que se verifica um crescimento homólogo.
  • Este crescimento foi impulsionado pela venda de produtos alimentares, que subiram 5,6% em Junho face a 2015.
  • A venda de produtos não alimentares subiu 3,5% face a Junho do ano anterior.
Comparação mensal
  • As vendas no comércio a retalho cresceram 3,2% em Junho,face a Maio.
Comparação trimestral
  • As vendas a retalho no segundo trimestre de 2016 cresceram 3% face ao mesmo período de 2015.

Índice de emprego no sector do retalho em 2016

  • De acordo com os dados do INE, o índice de emprego neste sector aumentou em Junho 2,7%.

Remunerações no sector do retalho em 2016

  • As remunerações no sector cresceram em Junho face a 2015.
  • As remunerações cresceram 5,1%.

Comércio a retalho na Europa em 2016

Fonte:EUROSTAT

Junho 2016

Comparação mensal
  • Em junho de 2016,o volume de vendas no retalho estabilizou na zona euro (0,0%).
  • O mesmo índice recuou 0,2% na União Europeia.
  • (No mês anterior, a atividade sectorial tinha subido 0,4% na zona euro e União Europeia.
  • A contrariar a quebra no conjunto da UE, está Portugal,que registou um incremento de 3,1%,dados diferentes dos apresentados pelo INE,em uma décima percentual.
  • Ouros países em crescimento são a Roménia (+2,0%) e a Espanha (+1,0%).
  • Entre os países com a maior queda estão a Irlanda, Estónia e Polónia.
Comparação homóloga
  • As vendas a retalho aumentaram 1,6% na zona euro,face a 2015.
  • As vendas a retalho aumentaram em 2,4% no conjunto da UE,face a 2015.
  • As vendas de combustível rodoviário, bens não alimentares e as vendas de alimentos, bebidas e tabaco,são os principais resposáveis por este crescimento.
  • Os países em maior crescendo na comparação homóloga são a Roménia(16,2%),Lituânia (6,2%) e Espanha (+5,8%).
  • Com números negativos está a Bélgica que desceu -2,4%.