Combate ao terrorismo em portugal

Últimas informações sobre as forças de combate ao terrorismo em Portugal.

Perante a crescente ameaça de terrorismo que se verifica na Europa,o governo português avançou para a criação da Unidade de Coordenação Antiterrorismo (UCAT).

Apesar de não ser um alvo principal no que toca ao terrorismo na Europa,a criação desta força anti-terrorismo lembra-nos que todos os países europeus são potenciais alvos.

Um relatório da EUROPOL alerta para a possibilidade de qualquer país da União Europeia poder vir a ser um alvo no futuro.

Combate ao terrorismo em portugal

Unidade de Coordenação Antiterrorismo (UCAT)

Esta é uma unidade de combate ao terrorismo em Portugal.

Formação e cooperação

  • Esta força congrega elementos de todas as forças e serviços de segurança nacionais,as Secretas (SIS), PJ, PSP, GNR, SEF e Polícia Marítima.
  • Atualmente,todas estas organizações, reúnem-se semanalmente e extraordinariamente sempre que necessário.
  • Estas reuniões servem para trocarem e partilharem informações relevantes para o combate ao terrorismo.

Operacionalidade

  • Esta unidade existia anteriormente de uma forma informal,sendo institucionalizada a partir de Julho de 2016 ,passando a trabalhar de forma permanente e a funcionar durante 24 horas.
  • Na mesma data,foram reforçados os meios necessários para um melhoramento da sua operacionalidade.

Regulamentação e coordenação

  • A regulamentação desta organização e o seu funcionamento,é coordenada pela secretária-geral do Sistema de Segurança Interna.

Estrutura e capacidade operacional

  • A estrutura da unidade foi reforçada em Julho de 2016,passando a dispor de uma equipa a funcionar a tempo inteiro,sendo também reforçada a sua capacidade operacional.

Relatório da EUROPOL

Num relatório divulgado no dia 20 de Julho 2016, o serviço europeu de polícia (Europol) alertou para as “repetidas ameaças” do grupo Estado Islâmico (EI) a Portugal e Espanha.

O mesmo relatório considerou que ataques semelhantes aos verificados em Paris no mês de Novembro 2015, poderão ocorrer num “futuro próximo” em qualquer país da União Europeia.

Estratégia Nacional de Combate ao terrorismo

A revisão da Estratégia Nacional de Combate ao terrorismo foi aprovada em Conselho de Ministros no dia 19 de Fevereiro de 2015.

Esta Estratégia representa um compromisso de mobilização, coordenação e cooperação de todas as estruturas nacionais com responsabilidade direta e indireta no domínio da luta contra esta ameaça.

Para mais informações leia esta publicação do Ministério da Administração Interna.

Leia também;

Eminencia de um Ataque terrorista em Portugal

2016

  • Em 2016,o SIS confirmou que houve uma ameaça direta a Portugal por parte de terroristas do Daesh.
  • A confirmação por parte do SIS veio no seguimento de um relatório da EUROPOL que divulgou ter existido uma ameaça direta em 2015.

2008

  • Em 2008 foram detidas 14 pessoas em Espanha que preparavam atentados em quatro países europeus.
  • Um desses países,segundo a TVI,era Portugal.
  • Espanha,França e Inglaterra eram os outros alvos.