Casas para alugar em Lisboa e no Porto estão a desaparecer

Encontrar casas em Lisboa e no Porto está a tornar-se numa tarefa extremamente difícil.

Entre os meses de maio de 2013 e maio de 2016,verificou-se uma redução no número de casas disponíveis para alugar nas duas maiores cidades do país.

Neste período,o número de casas para alugar em Lisboa caiu 75%.

No Porto,a descida foi ainda maior,chegando aos 85%.

Alugar Casas em Lisboa e no Porto

Fonte:Jornal de Negócios,com dados do portal da Casa Sapo e da Remax.

Redução de casas disponíveis para alugar entre 2013 e 2016

  • Lisboa caiu 75%.
  • Porto,redução de 85%.

O Jornal de negócios comparou os dados de fontes diferentes,chegando à conclusão que os mesmos aproximam-se muito no que diz respeito à evolução do número de apartamentos disponíveis no mercado de arrendamento.

Medidas do governo para esta situação

  • O problema que resulta desta tendência já chamou a atenção do Governo desde há algum tempo.
  • O governo português estará já a preparar uma nova legislação para que os grandes proprietários de apartamentos passem a estabelecer uma cota desses imóveis para arrendamento habitacional.
  • Esta proposta deverá ser votada no parlamento já em setembro.
Casos particulares deste estudo do Jornal de Negócios
  • Existem duas freguesias em Lisboa onde a redução no número de casas disponíveis para alugar foi superior a 90%.
  • Estas freguesias são os Olivais e a Estrela.
  • Nos Olivais a redução foi de 94%.
  • Na Estrela a descida foi de 91%.

Casas para Venda em Portugal

Durante o mesmo período de três anos que foi analisado pelo Jornal de Negócios, o número de casas disponíveis para venda em Portugal também desceu significativamente.

Analisando os dados do portal Casa Sapo, verifica-se uma descida de 47% em Lisboa e 17% no Porto.

Em todo o país, foi registada uma queda de 15% no número total de casas disponíveis para vender em Portugal entre 2013 e 2016.

Encontrar anúncios de casas para arrendar ou para vender está então cada vez mais difícil.