Como Alterar Faturas no E-Fatura (IRS)

Apesar do sistema e-fatura ser automático a partir de 2016,é necessário confirmar as faturas no Portal das Finanças com regularidade.

Se reparar que existem faturas classificadas na categoria errada,deverá então proceder à respectiva alteração.

O sistema e-fatura,coloca normalmente as faturas na categoria “Outros”,que corresponde às Despesas Gerais Familiares,quando não consegue reconhecer a sua verdadeira categoria.

Nesses casos é importante alterar as faturas para a categoria real,de forma a poder ser beneficiado no IRS.

Como corrigir a classificação das faturas no e-fatura

Passo a passo com imagens

Visite esta página para visualizar imagens,com todos os passos que deve seguir para alterar as faturas no e-fatura.

Leia também o guia prático Como consultar,registar e confirmar faturas no Portal das Finanças.

Passo a passo (texto)

  1. Entre com os seus dados pessoais no e-fatura
  2. Clique na fatura que se encontra na categoria errada e carregue em Alterar.
  3. Agora em Informação Complementar,clique na verdadeira categoria da fatura em questão e clique Guardar.
  4. Quando a alteração for feita,irá aparecer uma mensagem que diz  “Fatura alterada com sucesso”.
  5. Para ter a certeza que a alteração correu de forma correcta,visite a página Consumidor,e verifique se a fatura foi mesmo alterada.

Informações adicionais relativas à alteração das faturas

  • Para evitar perder benefícios no IRS,siga estes passos para todas as faturas que estão mal classificadas e se encontram na categoria errada.
  • Por vezes,o sistema e-fatura pode impedir que seja feita a alteração que pretende,nestes casos,irá ver uma mensagem no seu ecrã,que informa que a empresa que passou essa fatura faz parte de outra categoria.
  • Quando isso acontece,e pensa que a informação está errada,poderá contactar o serviço de apoio ao contribuinte no Portal das Finanças.
  • Tenha em atenção as faturas duplicadas,estas surgem por vezes,devido a serem registadas pelo consumidor manualmente,devido à demora das empresas em fazê-lo.

Fonte desta informação;Portal das Finanças.